Português Italian English Spanish

DETTO PEREIRA e o mercado de treinadores no Brasil.

DETTO PEREIRA e o mercado de treinadores no Brasil.


O treinador analisa o mercado dos treinadores do Brasil.

DETTO PEREIRA: Ex-atleta e treinador vencedor por várias equipes do interior paulista, DETTO PEREIRA vem se atualizando e acompanhando as competições que estão acontecendo no território nacional. O treinador recebeu algumas sondagens, para o futebol paulista, entretanto, as negociações não evoluíram e o treinador segue no mercado, analisando e aguardando novas propostas. Conversamos com o treinador DETTO PEREIRA sobre o mercado de treinadores no Brasil.

 

T.B.: Qual a percepção do amigo sobre o mercado de treinadores do Brasil?

DETTO PEREIRA: É um mercado muito competitivo e cada vez mais exigente em todas as divisões.   Para quem trabalha em clubes que disputam campeonatos brasileiros e outras competições nacionais e sulamericanas, tem trabalho o ano todo. Os outros clubes, que representam a maioria, a temporada acaba sendo menor, em virtude da disputa se restringir a apenas certames regionais.  Quando terminam essas competições, o desemprego de treinadores é grande. O calendário nesse caso influencia diretamente no mercado de trabalho. Outra característica marcante no mercado é a dança das cadeiras. A mudança de treinadores durante as competições é muito comum. Vários motivos explicam essa situação, como a exigência de resultados imediatos, falta de planejamento, estrutura e condições ideais de trabalho, entre outros.  Outro fenômeno recente, vários clubes tem colocado no mercado para substituir treinadores demissionados, membros da sua comissão técnica e até mesmo promovendo orientadores da base caracterizando uma solução caseira , o que efetiva mais profissionais no mercado.

 

T.B.: Como o amigo avalia o processo de certificações da CBF para as licenças concedidas?

DETTO PEREIRA: Sem dúvida é um processo importante para o profissional. A CBF é uma instituição respeitada e a sua certificação contribui para a qualificação e o melhor exercício do nosso trabalho. Vejo muito bem a iniciativa da CBF em descentralizar os cursos de certificação para outras regiões do país, oferecendo oportunidade aos demais profissionais.

 

T.B.: Qual a maior dificuldade encontrada pelos treinadores com relação aos clubes?

DETTO PEREIRA: Vou citar algumas dificuldades: Falta de tempo para planejar, estrutura e condições adequadas de trabalho.  Essa situação é encontrada em grande parte dos clubes. Um exemplo recente aconteceu no Fortaleza com a chegada de Rogério Ceni que teve o apoio da diretoria para implantar uma estrutura adequada para trabalhar. Para ter bons resultados e melhor desempenho dos próprios jogadores é fundamental ter boas condições trabalho. Posso dizer por experiência própria que, quando o clube não conta com uma  estrutura para atender algumas funções da comissão  técnica,   o treinador passa a ser procurado pra resolver problemas de fora do campo, embora ligados diretamente  aos atletas. Questões pessoal, familiar, de saúde, social e até psicológica. Essas são algumas dificuldades encontradas.

 

T.B.: Qual a opinião do amigo sobre a instabilidade da profissão?

DETTO PEREIRA: No Brasil nenhum técnico de futebol tem garantia do seu emprego, com raríssimas exceções.  A insegurança parece ser uma regra geral p todos nós.  Qualquer momento ruim da equipe, a "cabeça" que rola é sempre do treinador. Não se leva em consideração, se foram dadas boas condições para trabalhar: Tempo para planejar e preparar a equipe, estrutura necessária, nível técnico da equipe compatível com os objetivos a serem alcançados... A cultura de resultados imediatos a qualquer custo, sem cuidar de fatores importantes e  indispensáveis que levam a um trabalho vitorioso, serão sempre motivo de instabilidade na nossa vida de treinadores. Nós profissionais de futebol, sonhamos que um dia essa realidade possa mudar.

 

T.B.: Qual a importância e como o amigo avalia o trabalho de base realizado nos clubes brasileiros?

DETTO PEREIRA: Muitos clubes fazem um bom trabalho na base. Eu cito como exemplo um dos trabalhos pioneiros do técnico Cilinho implantados no XV de Jaú e no São Paulo revelando grandes jogadores como Miller, Silas e outros, que deram títulos importantes ao tricolor, incluindo o mundial de clubes.  Particilarmente tive o privilégio de conhecer de perto esse trabalho do professor Cilinho. Alguns clubes tem se destacado na revelação de talentos oriundos da sua base, eu cito como exemplo, o próprio São Paulo, Santos, Flamengo, Corinthians, Fluminense, o Palmeiras que apesar de ter um elenco de estrelas, tem investido na base colhendo bons resultados na última temporada. Muitos outros clubes estão estruturando a sua base.  Esse é o caminho.  O Brasil é o país do futebol, sempre foi celeiro de craques e o trabalho é muito importante para a formação de novos talentos e por isso merece uma atenção especial.

 

Nossos agradecimentosao treinador DETTO PEREIRA, pela atenção e cordialidade de sempre com a página: :  https://www.facebook.com/treinadoresdobrasil/

 #treinadoresdobrasil10/ #futebolpaulista @futebolinterior @futeboldonorte @cbf_oficial @cbfacademy @dettodeise @globoesportesp http://treinadoresdobrasil.com.br/

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário